segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Variáveis






Múltiplas Identidades 

Numa só personalidade 

Não é falsidade! 

É plenitude diante de toda a diversidade! 

É viver em assinalada diferença 

Sorrir aos risos de Descrença 

E dizer-lhes toda a sua sentença! 

O que são a mentira e a verdade 

Senão sombra de uma única igualdade? 

Criticar a suposta Incompreensão 

É ser se incompreendido na própria razão 

Aceitar o que se é 

Independente do que dito que não é 

Como podem dizer qual é a tua cor 

Se apenas tu vês o tom da tua dor?


Sarah Moustafa

4 comentários:

  1. Sarah,

    É plenitude diante de toda a diversidade!

    Gostei .

    Beijinhos


    Ana

    ResponderEliminar
  2. Múltiplas identidades adaptadas a um outro sem fim de personalidades :)

    Beijinhos e boa semana

    ResponderEliminar
  3. Sarah, há que se achar um equilíbrio entre nosso SER e ESTAR, que nem sempre é possível e preciso.
    Mais uma obra de ARTE.
    Um abraço!!!

    ResponderEliminar
  4. Pois é, nem todos sabem dizer qual é a minha cor... Um bom tema este que escolheste, e bem poetisado!

    ResponderEliminar