sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

Balada




São linhas de uma melodia
Perto de voos 
Em rasgos de utopia
Infindas Árias
De miragens Párias
São Linhas de Pele
Que a Beleza Compele
É Talento que Absorve
Em notas primas Eclode
Num marco em Ode
São notas de Vénus
Aveludadas e Ténues
Que Tocam ao Amor
Sem Rótulos, Sem Senhor
A Todos e Cada
Em Divino Fulgor

Sarah Moustafa

2 comentários:

  1. ...e que linda melodia sai de teus dedos e da tua alma ,quando escreves...

    Obrigada por partilhares essa melodia..

    Beijinhos

    Ana

    ResponderEliminar
  2. Lindas melodias carregadas de intensa e ardentes notas. Linda Sarh, indiquei teu blog para o Selo Literário 2013. Passa lá no blog para ler a postagem e ver as regrinhas. Um bj

    ResponderEliminar