quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

Cume


No Cume da Montanha
Deixas-te Estática
Inspiras a Paisagem Estranha
Sentes-te Mágica
Em Alquimia com Tudo
Em  Redor, em Circulo Mudo
Trinam apenas o Segredo
Da coragem em Medo
De saltar em Ledo
Ao intérmino Paraíso
Aberto á imagem de um Sorriso
Que se Abre Imerso
Gritante pelo Universo
E cai de joelhos em Rocha
De dor e jubilo Desabrocha
Ao sentido da Nova Vida
Que é Nova ao Erguer-se da Partida!

Sarah Moustafa

1 comentário:

  1. Seria lá, no cume de uma montanha, sozinha e contemplando a natureza que eu e minha alma queríamos estar agora... Fechando os olhos e imaginar ser pássaro, livre no infinto céu.
    Muito lindo Sarah, bjus.

    ResponderEliminar