segunda-feira, 1 de abril de 2013

Possibilidade




Vêem em cada linha
O rosto da mesma sina
Na mão de um destino que doutrina
O Incontrolável freio em Poder
De um fascínio em aflição a que desenvolver
Num medo e elevação de Ensandecer
A urgência de um apelo
Almas de apatia em degelo
Pensando em reciprocidade
Na mutação de um gene de afinidade
Desejando apenas o enlevo de uma oportunidade
Entre o que nem sabem
Se há ou poderá haver de verdade
Mas sentido e propósito
Nada mais são que os arroubos de subjectividade
Escravas eternas de jubilo em ferocidade!
Então porque não a chancela aberta de uma realidade?

Sarah Moustafa

2 comentários:

  1. Que se abra as portas da realidade para que se possa viver de verdade...
    Linda semana, minha querida!

    ResponderEliminar
  2. A realidade,sempre virá à tona dando abertura a verdade e a sabedoria!

    Ótimo começo de semana Sarah.

    Bjs

    Carmen Lúcia-mamymilu.blogspot.com

    ResponderEliminar