terça-feira, 16 de abril de 2013

Agora!



Quero Agora
É querer
Que não Espera
Não adia
Não troveja
O vai-te embora!
Quero-te Agora
A febre de Boca
Paladar silvestre
Agri-doce Amora
Quero Agora
O já que não está Cá
Quero
Desespero
Espero
Quero a Impaciência
Da tua Inocência
Quero o Agora
O que não vem 
O que lhe Falta a Hora
Quero o Agora
Sem Demora!


Sarah Moustafa

1 comentário: