terça-feira, 6 de novembro de 2012

P(ai)xão em D(e)sconstrução




Premissa na revogação dos desejos incontestados,
 Atracção tirana dos pólos divergentes
 Crepitantes no conflito das vontades latentes…
Os Corpos emancipados,
Conectados pela eximia intervenção da fatalidade,
Arrebatamento e júbilo que cruza a felinidade dos olhares entranhados
Obscuridade lasciva e apoteose dos desejos exacerbados,
Que gravitam
 Exultam a carne desmesurada, sede descontrolada, 
 Fome convulsa de padecer nos braços trémulos da paixão…
Objecção da intensidade eminente, do pecado na mente auferido,
Recusa gritante de ceder aos tentáculos do perigo fervilhante,
Batalha hostil das vontades descontroladas na pretensão equivocada do sucesso pretendido.
Suspiros que desabam na contemplação do deslumbre irracional, reflectido no fervor dos rostos ensombrados pela inevitabilidade de aproximação…
A sina cravejada nas mãos que se encontram no impulso da magnetização 
Estendida por todos os centímetros de partícula.
Ignóbil sustento da força controlada nos corpos que caem no irremissível deleite do vislumbre e irresistibilidade de concretizar a tormenta na satisfação da impetuosidade dos gestos cometidos.
Devoção dos corpos enfatuados nos novelos de êxtase indevidamente incontrolável.
Indevidamente Imprescindível.

Indevidamente Devida.


Sarah Moustafa 








11 comentários:

  1. Respostas
    1. Muito Bom, mas melhor ainda é agarrar na palavra e desconstrui-la em todo o seu sentido, em muitas obras palavras!

      bjs

      Eliminar
  2. Sarah, adorei esse jogo inteligente e criativo das palavras criando palavras.
    bjs
    Manoel

    ResponderEliminar
  3. Oi Sarah, fui trazido aqui pela Dulce e vou logo dizendo q ela me trouxe para um canto especial.
    A paixão, por si só, já é arrebatadora, qdo ela se enseja pela palavra, nos adentra tal qual fogo em papel, e não é cinzas q sobra desse processo, mas sim mais paixão pela palavra, pela nossa rica língua. Bjos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ola Eder, Muito Obrigado pelas suas maravilhosas palavras!
      Bem Vindo!

      bjos

      Eliminar
  4. Palavras ávidas, assim como deve ser a paixão. Gostei do que li, irei voltar para descobrir mais da tua escrita!

    Beijos

    ResponderEliminar
  5. Quando vejo um texto tão bem escrito, eu me reporto a um questionamento:
    O que quer e pode esta lingua?
    Perfeito Sarah,voce nos apresenta uma forma rica e elegante de expressar um sentimento criando uma linda intensidade,recriando palavras como uma arte.
    Assim tenho que aplaudir e dizer, que grata apresentação da Dulce!
    Parabens pelo que li.
    Volto para seguir sua ultimas postagens em capitulos.
    Meu terno abraço de paz e luz.

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Muito obrigado pelas belas palavras!

      Seja bem vindo!

      Volte sempre

      Abraços!

      Eliminar