sábado, 30 de novembro de 2013

Paradoxos


Desejar proximidade na distância 
Estar longe e tão perto
Querer muito e ter tão pouco
A insuficiência ridícula 
A impotência máxima
A resignação doente.
O excesso carente.

Não sabem de que falo ?

Eu também não, e não sei se é o problema ou a solução .
Só sei as fagulhas que ora me queimam ora aquecem o coração.





Sarah Moustafa

1 comentário:

  1. Sempre o amor...
    Ele está sempre presente em nossos corações.
    Boa tarde,beijinhos.

    ResponderEliminar