sábado, 16 de novembro de 2013

Obrigado.






Ontem disseram-me que era uma mensageira do universo.
E eu acreditei, confesso.
E que se a vida não me tivesse tirado tudo, eu nunca teria levantado os olhos para ele.
E que se assim fosse eu nunca teria feito dele um eterno verso.




Obrigado, Vera Braz Mendes.


Sarah Moustafa

Sem comentários:

Enviar um comentário