sábado, 23 de março de 2013

Os Dias de Saudade




Todos os Dias de Saudade
São mistos de Dor e Felicidade
Sentimentos de Ambiguidade
Feridas de Alma e Privacidade
Todos os Dia de Saudade
São dias Cinza de Piedade
São passeios solitários na Cidade
São Recantos Secretos na Personalidade
Todos os Dias de Saudade
São Lágrimas Molhadas de Generosidade
Na Força desvelada em passos de Continuidade
Todos os Dias de Saudade
São Noites ausentes de Luminosidade
São Cadências de Brilho na Singularidade
Todos os Dias de Saudade
São Acréscimo de Morosidade
Um abraço vazio na Visibilidade
O Peito Aberto apartado de Amizade
No Vácuo de mais um dia de Saudade
....

Sarah Moustafa

2 comentários:

  1. É tanta coisa, essa palavra saudade, tantos sentimentos misturados difíceis de escrever - e tantos disseste aqui!

    Beijo, Sarah

    Isa Lisboa
    => Instantâneos a preto e branco
    => Os dias em que olho o Mundo
    => Pense fora da caixa

    ResponderEliminar
  2. Todos dos dias estamos sempre a sentir saudades, pois ela sabe se fazer presente e sempre com intensidade. Lindo poema. Bjinho linda!
    => Gritos da alma
    => Meus contos
    => Só quadras

    ResponderEliminar