terça-feira, 12 de março de 2013

As Manhãs da Noite




As manhãs da noite existem
Numa só partícula subsistem
A da vontade ao Ser
Contágio de Essência Maior
Maior que a propria existência
Determinando Mudança na Consistência
Questionando a Verdade de uma Consciência

As manhãs da Noite são reais
De pouco a nada a tanto
Quotidianas e Banais
É o som do Trompete
Queda de Pedestais
Danças de sincronicidade
Olhos postos em Sinais
Dia e Noite
Luz e Trevas
Bíblias de Rituais

As manhãs na Noite
São mais do que Cantigas
São alimento ao sonho Malignas
De véu cobertas mas Fidedignas
São jóias Escondidas
De um Prefácio 
De um Epilogo
Concebidas...


Sarah Moustafa

Sem comentários:

Enviar um comentário