terça-feira, 30 de outubro de 2012

A Bonança




Se o revés da fortuna se abater no coração descompassado, aceita-o. 
Aceita a tempestade, o tumulto atrofiante das emoções confusas, abarca-as na alma alagada,  permite sentir todas as notas da melodia dissonante, e por fim, quando a devastação acalmar, quando as águas do diluvio escoarem nos filtros que o teu corpo carrega, tudo fará sentido. 
O céu voltará a ficar límpido e risonho, homenageando a força que te susteve, na desolação da catástrofe vital á reconstrução das ruínas da mudança.
Quando o céu ficar limpo, será muito mais do que as nuvens de algodão que te visitarão, será o inteiro universo, que pensaste ser teu inimigo, que te honrará com as benesses do além mágico, possibilitando a clareza dos olhos turvos, o desencarceramento do corpo preso, e a mente desobstruída do lixo acumulado, e sobretudo , o maior presente que possivelmente poderias receber, será o coração regenerado, capaz de amar e doar esse amor, com o alcance e o brilho das constelações, que te guião na noite ao ritmo do deslumbre da capacidade.
Finalmente sentirás o sentido que procuravas, perceberás como importas, como também és relevante na construção da plenitude almejada. 
Serás um raio de Sol, uma gota de chuva, um sopro de vento e uma estrela cintilante no palco do Mundo onde habitas. 
Saberás como fazes parte do tudo e como esse tudo te ama como produto do seu esplendor.
Não temas a tempestade, não a evites, porque a bonança é real e magnânima no espectro da eternidade que te aguarda.

Sarah Moustafa

6 comentários:

  1. Sarah, a tempestade nos fortalece. Gostei muito do post, principalmente desse trecho:
    "O céu voltará a ficar límpido e risonho, homenageando a força que te susteve"
    Grande abraço
    Manoel

    ResponderEliminar

  2. Fortalece mesmo!

    Obrigado pelas palavras sempre positivas Manoel!

    Abraço!

    ResponderEliminar
  3. Sarah, é um texto de incentivo a cada pessoa para ser positivo, para valorizar o positivo e a manter a esperança de dias melhores!
    Parabéns, como sempre, pela prosa de qualidade!
    Abraço!

    ResponderEliminar
  4. Não devemos desanimar diante as tempestades, pois no dia seguinte sempre brilhará o sol trazendo a esperança de dias melhores. Lindas suas palavras. Prazer e felicidades!

    ResponderEliminar