quinta-feira, 3 de novembro de 2016

Tradutores sem dicionário





É fascinante como costumava ser tão fácil comunicarmos, terminar as frases um do outro com um olhar , colocar os pontos no i's num disfarçado auxilio enquanto desfolhávamos mundos entre lábios.
Em que momento deixamos que essa ajuda se voltasse contra os seus criadores ?
I mean... Estávamos perto de criar toda a raiz de uma nova linguagem !
Quantos caracteres estão inscritos na nossa pele, quantos dialectos foram exaustivamente praticados?
Como é que se tornou tão difícil receber informação ? Como acabamos moribundos á procura de um tradutor que nos estenda a ponte de encontro ?
Fecho pela enésima vez a mesma enciclopédia.
Cansei me de procurar respostas através de outras vozes e ecos de experiência.
Vou chegar á falha do sistema e desculpa se só o consigo fazer através de ti.
Mas tal como eu criaste uma obra prima sem querer.
Os acasos assinalam os pontos do sentido destinado.

Sei que tanto foi perdido na falta de tradução , existem sempre dois lados da mesma história, o que me dizes não fazes sentido nenhum e etc etc etc ...

Mas...

Talvez tudo que seja preciso seja um grande par de coragem, deixar que o perscrutar da alma ,assinale a devida mensagem.

Seja ela qual for,


Vamos lá por isto em pratos limpos.










Sarah Moustafa 

Sem comentários:

Enviar um comentário