sábado, 26 de novembro de 2016

A realidade de uma história de amor.




Eu sei que te importas ( ... ) Eu sei que te adoro em absoluto.
Habitualmente, não sei de nada. 
E tu sabes muito.
Agora existem os espaços entre estas duas excepções.
Faríamos disto um bom romance ?

Premissa :
Duas personagens que se amam mas ,ainda assim, escondem uma faca atrás das costas.

E não a largam nem por nada.

Consegues imaginar, quantos leitores contestariam que não, isto não é amor ?
Consigo ver o teu sorriso irónico perante tal ideia, temos um fraco pelo que suscita polémica.
Não sei se estou preparada, tenho saudades da tua voz a guiar-me, és capaz de tudo.
Tenho mesmo saudades da tua voz.

Escreve lá o raio do livro , existe sempre mais sal para por na ferida .






Sarah Moustafa

Sem comentários:

Enviar um comentário