terça-feira, 10 de setembro de 2013

V(o)ntade








Tenho vontade de chorar 
As horas esquecidas
Que não me perderam 
Se não o nada do tudo
Onde foram vividas

Tenho vontade de cantar
A musica das naus partidas
Que não me chegaram
Senão ao porto manchado de cristais
E ao Oceano das despedidas

Tenho vontade de abraçar
Os braços de outras vidas
Que nunca foram sentidas
Senão acercadas 
Das noites frias desavindas

As mortes irreais.
Miragens e ideais
Mastro preso
Odes Sentimentais..
Não choro ainda,
Mas...
Para onde vais?


Sarah Moustafa


Sem comentários:

Enviar um comentário