sábado, 12 de outubro de 2013

Arritmias #4




Vi te quando não existias.
Não precisei de mais nada para te encontrar.
Agora existes e és neblina, já não te vejo.
Olho te para lá do que já sentia.



Sarah Moustafa 

Sem comentários:

Enviar um comentário