segunda-feira, 25 de junho de 2012

Onde eu começo e tu acabas



Complexas são as questões dos relacionamentos, e falo de relacionamentos, a todos os níveis pois o que difere são as esferas da vida onde nos focalizamos, no fundo, acaba tudo no mesmo.
O eu e o tu, são compostos por processos únicos de individualização e quando se encontram , inevitavelmente, chocam.
Se depois o impacto se revela conflituoso ou harmónico, são outras contendas a serem analisadas, a questão que considero ser a mais pertinente é:
 Será que sabemos distinguir , quando envoltos nas esferas de uma relação, onde começamos e onde terminamos? 
Quando sou EU que estou a falar ou a minha projecção em TI?
Um exemplo prático poderá ser dado:
- Eu não gosto que me respondas de forma agressiva, qual é a necessidade de o fazeres? - diria o Eu numa disputa onde o TU se exaltasse.
- Estás a falar de mim? E tu que fazes o mesmo diariamente? Irritas-te porquê?- responderia o TU consciente que o EU o acusava injustamente.
E aí nesse momento o EU parava para pensar na questão colocada e deparava-se com um grande dilema, qual a resposta a ser dada aquela questão? Se de facto passo a vida a responder-te mal, porque da primeira vez que tu o fazes a mim , eu reajo tão explosivamente? 
Será porque o EU viu no TU um espelho de si mesmo e não gostou do que o reflexo lhe mostrou?
A complexidade destas questões é enorme mas sobretudo é dificultada, e cada vez mais, pela ausência e incapacidade de nos distanciarmos de nós mesmos.
De analisarmos o que nos rodeia conscientes.
Obviamente que não basta apenas termos consciência, é necessário trabalha-la e concretiza-la em algo produtivo para que de facto melhore a nossa capacidade de nos relacionarmos com a amiga,com a mãe, o namorado, o patrão e...a sociedade em geral, não interessa quem!
Interessa é chegarmos lá, ao cerne da questão, mais uma vez conscientizar é sempre o primeiro passo para mudarmos algo.
Estamos á espera de quê?

Sarah Moustafa

2 comentários:

  1. Bom, para quem hesitava publicar... ainda bem que o fizes-te. Sinto muito a tua escrita... e isso é maravilhoso... quando a escrita de alguém nos faz sentir.~

    Bj Sarah

    O melhor é compilares tudo e publicares um livro :)

    ResponderEliminar
  2. Vera... fico muito feliz de saber que essa é a sua opiniao!

    Preciso sempre de muita aprovação para acreditar nas minhas capacidades!

    bjs****

    ResponderEliminar