quinta-feira, 21 de junho de 2012

Coração, Corpo e Alma


Há um tempo na vida de cada um de nós que é preciso parar. 
Parar para respirar, parar para entender, ou pelo menos tentar, o que nos rodeia.
Somos muito mais que carne e osso, a matéria é necessária para nos sustentar, é nela que nos apoiamos que procuramos conforto, o ego, esse terrível elemento, aninha se comodista e esta sensação de dormência, de inercia, de nada fazer, de nada mudar.
A matéria... é importante, é vital, mas não pode sobreviver sem os alicerces que nos formam como seres individuais, únicos, insubstituíveis. Alicerces esses enraizados no mais profundo do nosso ser, a nossa alma.
O que acontece regularmente, é não conseguirmos atender a ambas as necessidades ao mesmo tempo, o que não é de todo o caminho, não é suposto fazê lo,pois não se trata de  dividir atenções mas de integrar ambas as partes numa só.
Essa é a fundamental missão atribuída a cada um de nós, assim que respiramos a primeira golfada de ar, assim que ascendemos neste plano, nesta nossa realidade.

É aprendizagem, o propósito do Homem , integrar o abstracto com o concreto.
Coração, Corpo e Alma.

Sarah Moustafa


Sem comentários:

Enviar um comentário