sexta-feira, 22 de junho de 2012

Como uma Bolha






O meu coração é frágil... frágil como uma bolha de sabão, pois basta uma pontinha de quase nada para o destroçar..
É sensível demais, como eu gostaria que tivesse uma estrutura mais sólida, que fosse imperturbável ao exterior, ao que não interessa... de certo, não recorria tantas vezes ao recobro, se assim o fosse..
Mas na impossibilidade de o ser, deixando de me lamentar, também vejo como é belo..como é matizado de tons diferentes, que me singularizam.
É fantástico o poder curativo do reconhecimento das nossas potencialidades, mesmo quando só nos assemelham a desafios, elas estão lá... aguardando fiéis, o seu lugar ao Sol.


Sarah Moustafa 


Sem comentários:

Enviar um comentário