terça-feira, 25 de outubro de 2016

GPS



Sigo feroz na batalha contra o tempo
Resisto á ideia de uma mudança
Desafio leis universais !

Suspendi a acção
Corro desenfreada 
Estradas sinuosas,
Chão de tantas almas penadas
Menos acontece, Mais eu tento !
Abrem - se fendas, Abatem -se temporais
Sei que abusamos da sorte...

Grito o teu nome
Célere para que lado me viro
Onde raio estão as coordenadas?
A tua voz troveja
Traça o mapa da nossa história
E vem !

Corre, corre para mim ...



A sentença firma-se no dia do juízo final .



Sem comentários:

Enviar um comentário