sábado, 22 de outubro de 2016

Feliz Aniversário




Estamos ligados por uma linguagem que só o universo entende
Ele espelhou -nos por símbolos , desde o inicio, desde o dia que nos conhecemos.
Ainda te lembras como foi?
Tão adormecidos á inteligência desta teia cósmica que quer levar nos tão longe quanto ao firmamento
Entre olhamos mapas a impressão de cada alma, onde verdadeiramente pertencemos.
Não somos deste mundo, e por isso perdemos.
Quebramos um pacto sagrado,  porque ainda me seguras como bússola na tua mão?
Cegou o ponteiro , agoniza o sentido.
Sou a chave mas a porta não abre.
Tu estás de um outro lado, numa outra vida , ela sempre continua .
Acendo-te uma vela , apesar de tudo , não existe mais nada ,que se não, algo puro que quero aqui deixar.


Espero que descubras tudo aquilo que ainda não soubeste encontrar, a tua fé é a força que faz cada manhã começar. O sol brilha volta sempre ao seu lugar .

Espero que  um dia deixes alguém abraçar-te nos recônditos das tuas feridas mais profundas, que não as temas mais , abras o peito em rasgo de coragem e acredites que sim , apesar delas,  és completamente amado .

Espero que o teu sorriso, capaz de qualquer pessoa motivar, te abra o caminho para a infinitude de possibilidades que existem sempre por explorar. Qualquer canto pode ser um parque de diversões e como tu gostas de brincar...

Espero que continues sempre a fazer questão de ousar a rebeldia, virar mesas, contestatário, arrogante a tua centelha é única, fazes parte de tudo o que neste mundo é marcadamente diferente. Sempre que te assombrarem dúvidas, olha-te ao espelho . Lembra-te o que vieste aqui fazer.

E por último...

Espero que o fogo que tanto te abala e queima sejam labaredas de memórias onde a noite te ocultou, mas tu acabaste sempre por renascer.
Uma e outra vez.
Não importa quando extenuado te julgues , me faças crer ...
Eu provei da tua chama, ela é divina.

Vai sempre trazer-te a mundo maior .
Gigante, limite nem até as estrelas !
Só queremos crescer ...



Fecho os olhos, voltámos ao principio.
Saímos daquela aula e agitação da tua grandiosa curiosidade, pára-me.

" Como te chamas mesmo ?  "



Feliz aniversário .






Sarah Moustafa



Sem comentários:

Enviar um comentário