domingo, 23 de outubro de 2016

Arritmias #27





Todas as manhãs eclode a promessa de encontrar o caminho da minha liberdade

Todas as noites destroem -me o sonho , regam ácido , expandem a ferida, sangra saudade.

Mas ...

Ainda assim até ao entardecer , sou sobre humana, e declaro amor por toda a parte.




Sarah Moustafa 

Sem comentários:

Enviar um comentário