segunda-feira, 1 de julho de 2013

Limbo





Hoje acordei !
Quis destruir 
A força maior que a vontade
Mas não a despertei
Para onde vou de verdade ?

Levantei-me mas permaneci deitada
Que acontecimentos estranhos
Evadidos entre a noite e alvorada
Um esboço, um Desenho
Sempre de costas voltadas!

Deitei-me de novo
E não sei se adormeci
Não sei se foi sonho
Se foi pesadelo
Esqueci!
Mas sombra da sua luz
Juro que vi!

São devaneios
E se durmo
Como os escrevi?
Estou acordada ?
Serei espectro por ai ?

Sarah Moustafa

1 comentário:

  1. Uma bela e misteriosa poesia...Estava acordada ou dormindo?...

    ResponderEliminar