quarta-feira, 24 de maio de 2017

Passos



Fico só de braços abertos,
joelhos caídos
na areia do tempo ,
com que ainda brincas.
Procuro pela força,
á beira-mar ,
onde as ondas me beijam
os pés e tentam levar ,
para onde estás.
Não sei encontrar-te,
apanho concha a concha ,
duvida a duvida,
entrego-me ao que não sei.
E com uma bússola
sem orientação ,
vou voltar a todos ´
os sítios ,
onde deixamos
o rastro perfumado,
das nossas memórias.
E talvez,
possa descobrir
guiada pela brisa
da tua essência,
como
despedir-me de ti ,
Levando-te
Comigo .







Sarah Moustafa







2 comentários: