terça-feira, 30 de maio de 2017

(...)


Eu queria passar os dias dentro dos teus beijos,
e refujiar-me na tua vontade.
Eu queria poder levar-te sempre nas mãos ,
tão seguro como livre,
queria que me sentisses casa ,
Queria sentir-me capaz.
Eu queria esperar pelo teu regresso,
como se os anos não passassem por mim,
e o cansaço e a solidão,
não me roubassem a esperança,
de que isto não poderia terminar assim.
Queria ser as reticências das tuas certezas,
todas as paginas de livros que lês ,
E fazer da tua discórdia a minha paz.
Eu queria rir-me ás gargalhas ,
com a inocência da criança que nunca fui,
E deixar-te chorar agarrado ao meu ventre,
á procura do colo de mãe .
Queria ser a música que se ouve bem alta
E o fundo da garrafa mais cara,
Queria ser a tua estrela , a tua sorte,
a tua sina.
Eu queria ser a eterna novidade ,
o encanto que não desvanece.
O desassossego da tua alma,
e fazer tudo que existe para fazer neste mundo contigo.

Eu queria o impossível .







Sarah Moustafa

4 comentários:

  1. https://www.youtube.com/watch?v=bCZdvIqDVKU

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quando acção se entrega ao desconhecido, quando a coragem enfrenta o medo , o Homem ressurge na luz os Se's da vida são respondidos.

      Eliminar