segunda-feira, 15 de maio de 2017

Dói - Dói .



Escolheram-nos a dedo.
Nenhum sabe de si ,
Mas fingimos
bem,
que sim.

Mando as cartas ao ar,
faço as malas.
Estou farta desta ...

Seguras o teu castelo á força,
e gritas não abram os portões.
Preferes esperar que passe,
Porque tem de passar.

E dizem,
Dói aos dois.
Dói aos dois.

Permitam-me ter as minhas dúvidas.

São tudo o que levo,
Uma mão cheia de ti,
Água que te escapa,
Ar que não me agarra .

Merecíamos um final,
bem melhor que este.







Sarah Moustafa 







Sem comentários:

Enviar um comentário