terça-feira, 13 de dezembro de 2016

Fingerprints



Gostava tanto que o tempo tivesse albergado só um pouco mais de espaço para nós.
O que está feito está, não se volta atrás.
Mas,,.
Deixas - te o abecedário a meio , não sei como resgatar a posse de um corpo que volte a ser inteiro.
Como se lê?
Só sei soletrar  a dimensão de marcas que tatuaste na minha pele.
Trémulas quase formam uma palavra e logo voltam a cair etéreas,
 Despem se em jeito de outro arrepio.

Repito-as e elas bradam que o toque da noite não se traduz , é mesmo para ser mistério.

Castigam - me,

Até que ,

De A ..............................................(....)................................................................... Z

Encontres uma história ,


Ficarás sem voz. 





Sarah Moustafa 

Sem comentários:

Enviar um comentário