quarta-feira, 22 de março de 2017

Câmbio



Quantas marionetas tentaram levar-te com elas ?
Quantas mais te visitarão amanhã ?
Preciso que tenhas o texto decorado!
O palco foi cuidadosamente preparado,
Tudo para a ilusão de um grandioso espectáculo!
Sorriremos todos em conjunto,
Mostraremos ao mundo como estamos felizes,
Na pequena e almofadada caixa, onde todas as noite adormecemos .
é uma escolha de dimensão pequena,
criamos resignados e propositadamente incultos,
Mas ao menos estamos seguros ,
Pertencemos a um grande rebanho,
Não precisamos de mais ,
Não estamos sozinhos, n-u-n-c-a,
Saber estar bem com o que se tem, é essencial.
Olha para ti, tão triste e sozinha
De que valem a centelha de milhares de sonhos ,
Está tudo escuro na mesma,
Ou a lealdade para com a verdade do teu coração ?
Que recebes de volta senão mais punhais
fincados na tua carne?
Ou a esperança que existe uma razão maior ,
Um universo que te acompanha e ama ,
Onde está a justificação
Para a maldade incompreensível
que subjuga e tolda quaisquer esforços ?
O mundo está doente, não o podes salvar
Vem connosco...vais acabar vitima da impotência,
Do fracasso que te consumirá
Aqui a folia das máscaras é garantida,
podes escolher seres quem quiseres,
Desde que desempenhes um papel.
Imagina o estrondo de aplausos ,
as reverencias , as oferendas
A relevância...
Apenas por seres tudo,
excepto autêntica,
Alma ?
é velha , decrépita...
Acredita em nós...

Porque demora tanto , conseguir aliciar-te ?
Não podes fugir,

Tudo está comprado.






Sarah Moustafa





Sem comentários:

Enviar um comentário