quarta-feira, 12 de junho de 2013

Só Sei Amar Quando Odeio





Só sei que Amo
Quando Odeio
E amo tanto
O quanto detesto
O amor que brota
O ódio que confesso...

Só sei que a linha que separa
Que delimita
É aquela que nos ampara
Em noites Solitárias
Conjuntas Precárias
É a diferença extrema
A extremidade que nos repara

Só sei Chorar
Quando me apaixono
E só sei Amar
De Verdade
Nos rastilhos que ficam
Pegadas de Abandono ...

Só sei a raiva
Mordida no Beijo
E a fúria de despejo
Apaziguada no afecto
Quando a cicatriz já não a vejo!

Só sei amar
O quanto existe
Para que te consiga Odiar .
Só sei Desprezar
A cólera
De quanto Amo
E quanto Odeio
Nesse Amar !


Amo-te
Odeio-te



Sarah Moustafa

1 comentário:

  1. O amor é grande e elava o ser humano, e o faz compreender que precisamos ser compreendidos, respeitados, e amados! Bom dia dos namorados" abraços

    ResponderEliminar