terça-feira, 25 de junho de 2013

Como se é Mulher ?





Tenho sede de um licor qualquer
Que me amorteça a secura
De uma alma em tortura
Que se extasie embriagada
Nisto de ter sede de ser mulher

E mulher seria menina
Doce e Carente
Pequenina
E mulher seria adolescente
De vida em fogo incandescente
Selvagem 
Inconsequente
Irresponsável 
Deitada
De um primeiro Corpo Enamorada
Entregue á sua turbina

E mulher seria alimentar
A amargura de um desgosto
Que não consegue findar
Pois é tamanha a ternura
A que ela se consegue doar
E mulher seria recusar
Um homem que verdadeiramente a sabe amar
Ela já amou
E a verdade é que esse é um insubstituível lugar
Ela ama vários
E na pele cicatriza-os precários
Um a Um
No secreto mostruário

E ser mulher é ser segredo
Divino tentador
O pavor de homem
Que apenas dela tem medo
Seria ser sublime e assustadora
Fogem !
Nas arestas pontiagudas
Ásperas de um crime
Ser suave e beijar
A força de que ela não sabe

Tenho sede de um cálice qualquer
Que me seduza a Língua
E fortifique o que o tempo mingua
Como se é
De onde nasce
Uma verdadeira Mulher?


Sarah Moustafa




Sem comentários:

Enviar um comentário