quinta-feira, 23 de agosto de 2012

O olhar de um escorpião



Aura de mistério paira nos relances que um olhar teu provoca. Magnetiza ,sem qualquer tipo de esforço , é simplesmente um mecanismo naturalmente sedutor.
Mas não se trata de uma sedução venusiana, agradável e harmónica, é mais sexualizada, mais intensa.
Um odor que apela ao perigo cravejado na pele plutónica, resistente e arrebatadora.
Uma ameaça que de bom grado te compele a ficar cativo nas amarras da hipnose, que te despe e possui sem ter que te tocar.
Magistralmente penetra fundo, no mais intimo de ti, em busca de todos aqueles pequenos e inconvenientes segredos que tão facilmente desvenda.
Os olhos de um mago ou de uma feiticeira cuja beleza encanta e fascina , quase que tortura e arde num incêndio ,por estes mesmos olhos, rastilhado.
A provocação tenta e sibila num convite acre ao poço das aguas pútridas, onde reinas e dominas, os insanes que até lá ousaram descer.
Quando estes olhos assinalam alguém , demore o tempo que demorar, o alvo surge como que por magia ao apelo da irresistibilidade.
Não há saída possível depois de se aqui entrar.
Ninguém fica impune ao seu poder.
Ninguém...

Sarah Moustafa






Sem comentários:

Enviar um comentário