sábado, 13 de dezembro de 2014

It's such a sad day



Hoje é um dia triste.
Subitamente a morte bate-nos á porta, mesmo não sendo á nossa.
Ecoa , sabe-se lá bem como ou porquê, bem fundo do teu ser.
Acordas com a sensação infinita de potencial e logo chega a verdade cruel da nossa realidade física.
O dia amanheceu triste .
Chove-nos o céu carregado , cinzento, desassossegado em compasso com a dureza que por vezes este mundo nos traz.
Somos todos mortais.
Acabaremos todos da mesma forma.
Não deveria ser isso o suficiente para percebermos a dimensão do tempo, que não temos, perdido em conflitos, egos, orgulhos desnecessários?
Conseguimos ser tão brilhantes e tão estúpidos...
Não vivemos nada . 
Não aprendemos nada.
Só a arte nos bafeja a ilusão de vida na sua criação.
Hoje é um dia triste.
E aceito que até estes dias têm a sua informação de beleza.
Que as despedidas são uma nova forma de encontro.
Que nada acaba realmente.
Mas ....

Dias como este custam.
Não há iluminação, sabedoria, espiritualidade que cheguem para desatar o nó que se cria.
Mesmo á curta distância de um até já!

<3



António Rosa 
Obrigado por toda a partilha de conhecimento .
http://cova-do-urso.blogspot.pt/








Sarah Moustafa

Sem comentários:

Enviar um comentário