sexta-feira, 9 de junho de 2017

Fases da Lua #9




Dizem que ainda dou colo a tantos sonhos de menina.
Como se alguma forma eles permanecessem intocados, apesar de tudo o que me aconteceu.
Como se o oceano de lágrimas chorado tivesse criado um lago encantado ,
onde os papéis nunca se desfazem e os cisnes tão brancos deslizam vaidosos,
com a beleza e graça que retiram da minha éterea forma .
E os meus dedos escorregam nas águas que verti, querendo dançar em círculos, cada palavra
desenha, um eco entre o que foi, o que é e o que será .
Uma mensagem doce , suave ... algodão feito de nuvens, tecido que cai aos meus pés .
Os anjos querem-me vestir.
E de tantos sonhos foste aquele que de mais perto se chegou.
Olho para ti nesta água que transborda , meio distorcido... ainda tão sorridente , tão bonito para mim...
E deixo que a corrente da memória te guarde assim.
Podemos conversar aqui , numa qualquer noite próxima de um Sonho de Verão , e enamorarmo-nos,
como se fossemos os primeiros a descobrir o enlace romântico e o íman que atrai dois corpos.
E depois quando acordo para a realidade , aceito que não és e não estás.
Mas levo-te com a ternura toda como se fosses , como se estivesses.

Porque eu escolho o amor.




Sem comentários:

Enviar um comentário