quinta-feira, 8 de junho de 2017

Error .




És um mundo que se expande
no poder das minhas mãos.
Talvez me ensines
sobre o que sempre deveria ter sido .
Mas adormeceste nas minhas palmas ,
e o mesmo vislumbre de grandiosidade ,
desapareceu ,como um feitiço que acaba á meia-noite,
e fizeste-me sentir tão pequena ,
tão inútil e mais uma da raça comum.
E agora recuperar os estilhaços de luz ,
que te entreguei,
parece missão impossível .
Como se tudo em mim se segurasse
na chama do teu interesse ,
Deve ser coisa de Balanças
E quando cerraste as pálpebras ,
eu em pânico tentei reanimar-te
e não os voltaste abrir , esses olhos que ...
A noite escura da alma veio no teu lugar,
querendo-me instruir nos mistérios da vida.
Excepto o teu.
O teu ...
Nem o Universo sabe justificar o que aconteceu .
Se calhar foi um daqueles erros de sistema,
E fomos apanhados no meio de um "sem querer " ,
não era suposto....
não podia ser .
Mas foi .
As minhas mãos são berço
da nossa tragédia .

Olha para mim




Sarah Moustafa



Sem comentários:

Enviar um comentário