domingo, 26 de janeiro de 2014

Oposição.




Esta sombra
Luz em vida
Que me guia
E desnorteia
Que me liberta
E refreia
Esta oposição de sentidos
Que tentam por tudo
Nada sentir
Quando aprendo a lição
Que só se aprende
Quando se aceita a linguagem
Do coração?
Os partos que me restam
As mortes que me levam
As horas que não me sossegam
Quando, Quando?
Me levam elas
Ao caminho...do horizonte
Que me habita toda esta insatisfação?

Tenho o paladar de tudo
E por isso nada me saciará.

Paz, quem a faz ?
Quem me a trará?




Sarah Moustafa 

Sem comentários:

Enviar um comentário