sábado, 25 de janeiro de 2014

Burn.Burn.Burn.



Queima-me.
E eu gosto.
Dói-me.
E eu peço por mais.
Afunda-me
E sinto-me tão leve.
Sufoca-me.
E nunca respirei tão bem.
Prende-me.
E sou tão livre.
Deixa-me.
E nunca estive tão perto.
Cala-te
E nunca falei tão alto.
Pára.
E sempre começa.
Arde-me.
E eu impero.


Estou doente.



Mas nunca me senti tão saudável .




                             


                   

Sarah Moustafa 

Sem comentários:

Enviar um comentário