quarta-feira, 6 de setembro de 2017

Vai...





Não carregues em ti,
a culpa,
a noite ,
afunda-se no teu peito
não estás preparado,
eu sei,

e eu não consigo sentir-te,
assim

então
eu abro mão de ti,
por completo.

 Faz o que precisas de fazer,
mas
Não te sintas culpado.

Vai.
Eu páro.

Estás perdoado.

Agora sim,
                   eu deixo-te ir.




Sarah Moustafa

Sem comentários:

Enviar um comentário