sexta-feira, 2 de janeiro de 2015

Passo a Passo



Lentamente , porque tudo o que é muito rápido dá em asneira, chegas lá .
Lentamente do corpo ao coração escoam-te as mensagens que precisam de chegar até ti.
Lentamente o tempo , não cura, mas dá-te a sabedoria do que precisas , das ferramentas a utilizar, se quiseres curar o que está doente e gasto . 
Devagar vais percebendo como acender a luz quando o céu se fecha e as trevas te engolem.
Ainda mais devagar percebes que só precisas de ti e uma mão sobre o peito.
Os olhos fechados ao que vem de fora e abertos ao que vem de dentro.
A respiração funda dos cantos bloqueados da alma.
Passo a passo, transformas-te sem te aperceberes do tamanho do teu amadurecimento naquilo que pensavas que nunca irias perceber.
De repente cais e ficas de pé.
Porque a estrutura já é a tua e não aquela que te foi imposta ao longo da tua vida.
Degrau a degrau estás mais integrada nas tuas emoções e pensamentos sem deixar que os mesmos te dominem.
Pouco importa os retrocessos que vão ocorrendo, os dias que ainda quebras, que ainda permites que o amor próprio de fuja dos dedos, pouco importa porque sem a presença desses dias estagnarias e não é esse o objectivo pois não?
Lentamente, vais te tornando tu.
E ....

Estou tão orgulhosa de Ti .











Sarah Moustafa

1 comentário:

  1. E é tão bom quando conseguimos fazer essa afirmação! :) ;)

    Um feliz 2015, Sarah! :)

    ResponderEliminar